segunda-feira, 13 de agosto de 2018

O Bons Sons em Números

Aproveito a imagem, que a organização do Bons Sons usou para agradecer a todos os que vieram viver a aldeia, para da parte d'A Certeza da Música agradecer à organização, mais uma vez foram inexcedíveis, na arte de bem receber, todos os que foram a Cem Soldos.
Nos próximos dias irei lançar as minhas fotos e textos, por agora deixo os números oficiais:
BONS SONS: 
O MAIOR AMOR DE SEMPRE 
 O nosso amor de verão foi memorável e terminou de coração cheio!
Foram apresentados 52 espetáculos programados nos 8 palcos e no auditório, distribuídos por vários pontos da aldeia, num total de 202 artistas.
A este balanço, soma-se 57 atividades paralelas, 8 concertos inesperados e 1 pedido de casamento, numa edição que registou o maior número de visitantes de sempre, durante quatro dias memoráveis, passaram pelo BONS SONS 38.500 visitantes, ultrapassando os 38.000 visitantes da última edição bienal do festival, em 2014.
52 espectáculos
202 artistas
8 concertos inesperados
20 concertos espontâneos no Palco Garagem
57 actividades paralelas
38.500 visitantes
124 jornalistas e fotógrafos
420 voluntários envolvidos (320 da aldeia, 100 externos)
 O BONS SONS sorri e agradece a todos os que contribuíram para que esta edição ultrapassasse todas as expectativas.
Para o ano, temos encontro marcado em Cem Soldos para a 10.ª edição deste amor de verão que celebra a música portuguesa e a partilha de bons momentos entre várias gerações. 
Até já!

sábado, 4 de agosto de 2018

Agenda - Bons Sons 2018


Bons Sons - 9 a 12 de Agosto de 2018

Há uma citação que se costuma usar que diz algo do género "nunca se deve voltar a um lugar onde fomos felizes". Se, por acaso isso for regra, o Bons Sons será a excepção que a confirma.
Mais que um simples festival, o Bons Sons é quase uma maneira de alegrara a vida. Aqui a música portuguesa é acarinhada e divulgada com um amor que não é comum.
Os nomes deste ano, à semelhança dos outros, são tão bons que fica difícil estar aqui a destacar alguns. Mas não posso deixar de dar destaque ao enorme Zeca Medeiros que, finalmente vem a Cem Soldos espalhar a sua magia.
Muito mais que um juntar de nomes, mais ou menos populares, mais ou menos comerciais ou conhecidos, o Bons Sons é um oásis no meio de uma "selva" de experiências e conceitos e core-businesses e o diabo a quatro.
Em Cem Soldos,  Vive-se a Aldeia, Sente-se a Música e, no fundo, Vive-se.
Das vezes que não pude ir até lá, felizmente poucas, fiquem todo o ano a sentir uma espécie de orfandade. O ar que se respira por lá, faz bem a tudo e, principalmente, ao coração.
É aqui que ficamos com a certeza de que há utopias perfeitamente realizáveis.
A alegria de quem nos recebe - desde o segurança à entrada do recinto, passando pelo voluntário (sim, neste caso concordo com voluntários, aqui não há fins lucrativos, nem product-placements, nem corridas ao brinde de plástico da moda) com quem te cruzas e a qualquer pessoa que te fornece uma bebida refrescante ou um petisco que te alimenta o corpo - é contagiante e põe o mais "zangado com a vida", num estado de felicidade tal que nada importa, a não ser estar ali a viver aqueles dias.
"Veterano" que sou deste acontecimento, conto estar lá, pelo menos dois dias, a partilhar sorrisos convosco.
Depois, claro, contarei aqui, tudo o que vi.
Venham Viver!


Dead Combo em Sever do Vouga - Report


Dead Combo - 3 de Agosto de 2018
Ficavouga - Sever do Vouga


Pela primeira vez na história dos Dead Combo, e motivado por doença grave, o Pedro Gonçalves não pôde participar num concerto da banda que fundou.
A responsabilidade de o substituir, ficou a cargo do António Quintino (multi-instrumentista talentosíssimo) que ampliou a sua participação no ensemble de palco. Nesta Tour de apresentação de “Odeon Hotel”, o novo e excelente disco do grupo, a formação completa-se com o Gonçalo Leonardo no baixo, o Gonçalo Prazeres no Saxofone, o Alexandre Frazão (que já tinha acompanhado o duo quer com a Orquestra das Caveiras, quer apenas com os dois) e claro, o guerreiro, Tó Trips que, momentaneamente, é forçado a aguentar o barco sem o companheiro de sempre, indo buscar forças onde, se calhar, não pensava que as tinha.

Marcos Pin – Triangle and Square



Apreciação de Miguel Estima

Para quem conhece a “cena” musical da Galiza, principalmente ao nível do jazz, conhece o Marcos Pin, nome incontornável do circuito Compostelano.
Mais do que músico, é um mestre no que toca à guitarra. Profícuo e persistente, tem lançado um disco a cada ano que passa, ou quase, o leva sempre a que a fasquia esteja cada vez mais acima do anterior. “Broken Artist” o seu último disco lançado em 2016, foi considerado um dos melhores discos do ano de jazz de Espanha.

quarta-feira, 2 de maio de 2018

L Mantra em Aveiro - Report


L Mantra no Auditório da Associação Cultural do Mercado Negro
9 de Março de 2018  

Por algum lado se há-de começar uma “carreira” musical e o melhor lado, é mesmo do lado do coração. Os L Mantra, andam a apresentar o seu primeiro álbum, com o mesmo nome e vieram até Aveiro, mostrar as suas bonitas canções.

Nem uma teimosa constipação impediu a Madalena Palmeirim de nos encantar com a sua voz e a sua simpatia, comum ao João Teotónio, a outra parte do duo. No disco há 9 canções, aparentemente simples, cheias de subtilezas e pormenores que rapidamente entram nos nossos corações.

O concerto, um pouco involuntariamente, foi dividido em dois momentos, qualquer um deles, inesquecível. Depois do concerto “dito” normal, houve um encore bem mais fora do normal, mas não menos delicioso. Um glorioso maluco, pegou no lema:“Two songs For Free!”, e conseguiu encher a sala de curiosos (maioritariamente alunos de Erasmus) que  acabaram de encher a sala e ao sentirem a magia dos L Mantra, ficaram completamente conquistados. 

Depois deste exemplo empírico, fica fácil afirmar que não vai faltar muito para que aumente exponencialmente o número de admiradores da banda, basta que os ouçam.Podem começar pelo bandcamp da banda.


Encontram mais fotos na página de facebook deste blog

Linda Martini na Gafanha da Nazaré - Report


Linda Martini apresentam Linda Martini
Participação Especial de Marionetas Mandrágora
Fábrica das Ideias – 3 de Março de 2018

A lotação da Fábrica das Ideias esgotou. Trezentas e setenta e muitas almas, queriam saber o que é que os Linda Martini têm andado a fazer. Queriam saber se a idade já lhes pesava, queriam saber se tinham deixado “aburguesar” com a carreira de cerca de 15 anos ou se continuavam os “Putos Bons”, irrequietos como de costume.
Como estava integrado no Palheta – Mostra de Robertos e Marionetas – houve um momento em que a música da banda se misturou com as Marionetas Mandrágora, o que enriqueceu ainda mais o espectáculo.

terça-feira, 1 de maio de 2018

Golden Slumbers em Aveiro - Report


Golden Slumbers na Sala Estúdio do T.A.
Novas Quintas – 1 de Março de 2018

As Golden Slumbers vieram a Aveiro e foram muito bem recebidas por uma sala cheia de admiradores. Num ano em que estão mais dedicadas aos seus projectos paralelos – Varwell e Monday – ainda conseguiram apresentar novas canções e pôr o público a cantar com elas.
Elas são um verdadeiro caso sério, já chegaram à “idade adulta”, e sem medos, agarram o público e fazem dele o que querem.

Cristina Branco em Ílhavo - Report

Cristina Branco apresenta "Branco"
Casa da Cultura de Ílhavo - 23 de Fevereiro de 2018

“Branco” é mais um dos grandes discos de 2018 e, no passado dia 23 de Fevereiro, uma multidão de sortudos assistiu à sua apresentação na Casa da Cultura de Ílhavo.
A Cristina já é mais do mundo do que de Portugal e os músicos que a acompanham, tal como a sua voz, são mesmo do outro mundo. Foi uma actuação de “encher o olho” e alegrar a Alma que todos poderão, um dia mais tarde, testemunhar, já que o concerto foi filmado pela RTP e vais ser transmitido (espero que não há meia-noite de domingo para segunda, na RTP 2) no serviço público de televisão.

PZ em Aveiro - Report

PZ no Café Maravilhas
17 de Fevereiro de 2018

O Café Maravilhas tem anos e anos de história, dentro da cidade de Aveiro, e continua a modernizar-se e a surpreender. Agora, também graças à Strings.PT, é o "spot" da música electrónica e no passado dia 17 de Fevereiro, juntaram os DJ's a - PZ - um dos projectos (originários da Meifumado Fonogramas) mais inquietadores da música feita em Portugal.

:Papercutz em Aveiro - Foto-Report

:Papercutz - 15 de Fevereiro de 2018
Há Noite no Estúdio - Sala Estúdio do Teatro Aveirense

Sente-se já há algum tempo que Aveiro está a mexer e, com os :Papercutz, a Sala Estúdio do Teatro Aveirense, voltou a encher.
A sonoridade electrónica foi rainha e o público permitiu-se a viajar.