quinta-feira, 11 de abril de 2019

Mano a Mano – Vol. 3



Disco apreciado por Miguel Estima

Os manos Santos sabem bem como conseguir a sonoridade diria (quase) perfeita, para acalmar o nosso interior. São discos destes que colocamos quando precisamos de música melodicamente bem construída e ao mesmo tempo calma, sem grandes agitações. 
Os rapazes sabem disto, sabem como criar ambiente, e isso é mais do que demonstrado neste terceiro disco de originais.
Este disco que virá a luz do dia no próximo dia 16 de Abril é uma clara alegoria a viagens que ambos fizeram, e nesta mistura de doze temas resulta numa mescla entre o Norte a cidade berço de Guimarães, a vida nocturna na madeira, paisagens, sempre muitas paisagens seja da “Cabo Verde” ou uma “Canção de Lá”. 
Mas um discos dos manos, é sempre um disco que nos ajuda a terminar da melhor forma o nosso dia, e sinal disso é um final com “stardust”, um tema que fecha em chave de ouro o melhor de um terceiro disco fantástico.
Para ouvir a qualquer hora e em qualquer lugar, mas sabe muito bem ouvir ao final da tarde, ou início da noite quando queremos relaxar um pouco ao som de uma boa música, de preferência em boa companhia.

Caldo - Caldo



Disco apreciado por Miguel Estima

Desta vez a proposta da Galiza vem de uma formação com nome suculento. Caldo como se diz no norte de Portugal e na Galiza, quer dizer sopa, mas normalmente é uma sopa mais suculenta e bem mais abastecida de conteúdos. E o disco, é o resultado disso. Três amigos que se juntaram e decidiram gravar sete temas: quatro de música tradicional galega, três deles do reportório de Rosa e Aida Garrido, e um fandango da coleção Feijó e ainda três temas originais de Pedro Fariñas.
Todos os temas têm arranjos do colectivo, que tanto é um duo -  Maria Jorge no violino e Pedro Fariñas na guitarra - como pode  ser um Trio quando a Anäis Barbier se lhes junta com a  voz e pandeireta.
O Caldo é isso mesmo, o resultado de que o folk e a música tradicional segue o seu ritmo. Mais restrito, contudo ainda existe que procure perpetuar o legado dos seus antepassados e continuar a difundir o melhor do tradicional galego.
É um disco curto, mas muito bom, de fácil audição e que nos pode fazer muito bem companhia, principalmente na hora do dia que estamos a comer, a evocação ao tradicional e o folk é uma mais valia que deve ser incentivada e motivada a continuar a existir. E são projectos frescos como Caldo que o fazem e muito bem.   

Xacobe Martinéz Antelo Trio – Capturas

Disco apreciado por Miguel Estima


Chegou-me via a modernices do facebook este fantástico novo disco do Xacobe. Já conhecia o Xacobe da banda compostelana Sumrrá, curiosamente tem um trio em nome próprio com quatro discos editados, sendo este o quarto.
Como leader nestes primeiros discos esteve com Pablo Castaño (sax alto), Toño Otero (sax tenor) Marcelino Gaián na guitarra, mas sempre com Max Goméz na bateria. Neste disco conta com Xosé Miguélez no sax tenor.
Sobre o disco que irá sair neste mês de Abril, é um trabalho muito mais elaborado, muito mais maduro, onde está muito claro as raízes e formação jazzística no colectivo, sempre com uma base essencial de um adictivo que poderia apelidar de “boa onda”, porque no jazz, nem todo ele é obscuro e denso, existe um lado de maior liberdade, e dessa maturidade este trio dá um toque muito mais profundo ao jazz, todo ele inspirado em acontecimentos da actualidade. Todos os temas são originais do próprio Xacobe.
Curioso por ouvir ao vivo este novo trio do Xacobe, já que disco soa muitíssimo bem.

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Agenda - 8º Aniversário do Núcleo da Região de Aveiro da AJA

O Núcleo da Região de Aveiro da Associação José Afonso celebra o seu 8º ano de actividades com o mote "90 Anos de Zeca. 45 Anos de Abril".
É neste âmbito convida para um concerto, integrado nas comemorações do 25 de Abril, com os amigos - Miguel Calhaz e Rui Oliveira.
Será no dia 13 de Abril de 2019, pelas 21 horas e 30 minutos no Auditório da Associação Cultural Mercado Negro.

A entrada é 8 AJAS, estando os bilhetes disponíveis no Bar do Mercado Negro ( a partir do dia 6 de Abril) ou no próprio dia, no local do concerto.

Esperamos que se juntem a nós, nesta noite de verdadeira celebração da Liberdade.

Agenda - XXI Festival Santos da Casa

Já está a meio a edição 21 do Festival Santos da Casa, até ao dia 13 de Abril ainda há muito boas razões para ir até Coimbra e dar os parabéns ao Fausto da Silva e ao Nuno Ávila, esse verdadeiros guerreiros que lutam pela música portuguesa como ninguém.

Agenda - Por Estas Bandas 2019

Mais uma vez, Cem Soldos e associação SCOCS lutam para reforçar e enaltecer a música e os músicos portugueses. 
No seguimento do Bons Sons, com o mesmo espírito de trabalho voluntário e de partilha, focamos-nos no Festival Por Estas Bandas. Este é dedicado à musica de produção independente e emergente, aos projectos que, tal como esta casa, se destacam por valorizar o que é nosso e que de bom se faz por cá. 

Apesar dos vários concertos e showcases, este evento promove a reflexão e discussão de várias áreas da música através de masterclass e conversas, incluídos na sua programação. Trata-se por isso de um festival que apela não só a amantes e aficionados de novos projectos musicais, mas também aos próprios artistas e todos aqueles que trabalhem directamente no meio da indústria musical portuguesa. 

Este ano há uma espécie de recontro entre bandas de Aveiro e da Região do Médio Tejo e os vencedores irão tocar na noite de recepção ao campista no Bons Sons

Ana Popovic em Vigo - Report


Ana Popovic - Sala Rouge
22 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima

“A cidade que nunca dorme” como a própria Ana o afirmou na sua página do facebook, acolheu na passada sexta-feira 22 de Março um dos nomes mais conceituados do blues Europeu. 
Estou a falar de Ana Popovic, que veio dar o único concerto na Galiza e dos poucos que tinha agendado para Espanha na Sala Rouge em Vigo. 
E sem nenhum concerto programado para o nosso país, tendo estado por cá no Outono de 2016 em Lisboa, foi uma oportunidade de ver esta artista tão próximo de casa.

Homem em Catarse em Tui - Report

Homem em Catarse – Bar Pancho
23 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima

Já andava há bastante tempo para ouvir o projecto a solo do Nelson Afonso Dorido - Homem em Catarse. Muitas desculpas, até que andava por perto e desta vez seria o dia ideal para finalmente ouvir ao vivo o que anda a fazer este rapaz de Barcelos por aí. E digo “por aí”, já que a actividade como músico e cantautor não para. 

Josephine Foster em Vigo - Report

Josephine Foster - Sala Radar
21 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima


A primeira vez que vi a Americana do Colorado foi num festival de título “Vagandundo” que decorreu no Teatro Aveirense em Outubro de 2013. 
Curiosamente quase todos os projectos que por lá passaram já tive oportunidade de os voltar a ouvir, um dos que me faltava era a Josephine.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Agenda - Mostra Outonalidades 2019

Mostra OuTonalidades 2019
22 e 23 de Março de 2019 - Espaço d'Orfeu
Entrada Livre

Já no ano passado se tinha feito uma pequena mostra de alguns projectos e bandas que faziam parte do OuTonalidades e, seguindo o caminho natural, este ano a mostra regressa em versão aumentada.
A partir de sexta-feira podem conhecer algumas das muitas bandas que se propuseram a concurso e estão agora disponíveis na "bolsa".
Para saberem melhor o que é o OuTonalidades, podem visitar o site - https://apps.dorfeu.pt/outonalidades/home

Quanto a este evento, estes são os artistas e os horários:

Sexta 22 março: showcases das 21h30 às 24h00
Valente Maio
Troll's Toy
Homem em Catarse

Sábado 23 março: showcases das 14h30 às 19h00
Ana Ferrer (Espanha)
Beatriz Pessoa
Modulatus project
Barry White Gone Wrong
Üryan
FÔNAL

Budda Power Blues Celebram 15 anos em Casa - Report


Budda Power Blues - 15 anos
Theatro Circo - Braga 

16 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima



O concerto de inicio da tour dos quinze anos de carreira começou no passado sábado 16 de Março na ilustre sala Bracarense.
O Theatro Circo serve para as comemorações redondas da banda de Braga. Juntam os amigos na sala de espectáculos nobre da cidade e aproveitam para lançar algum disco novo. 
Aconteceu assim com os dez anos de carreira quando lançaram o disco de título homónimo, aconteceu agora com disco editado em vinyl com quatro temas e de edição limitada.

First Breath After Coma + Surma em Vigo - Report


First Breath After Coma + Surma 
 La Fábrica de Chocolate Club - Vigo
14 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima

É com um gosto enorme que publico a reportagem do concerto de abertura da Tour Europeia dos First Breath After Coma que, ainda por cima, levaram também a Surma, para ajudar à festa.
O Miguel Estima esteve lá e conta como foi.

quinta-feira, 14 de março de 2019

Bons Sons 2019 - Manifesto

Sou orgulhosamente "bom sónico", embora não tenha ido às primeiras duas edições e tenha falhado outro par delas por ter passado por impossibilidade, acompanho o Bons Sons desde o seu nascimento. Ainda ontem tive mais uma razão para festejar, pois este "meu"/ Nosso Festival, foi devida e merecidamente galardoado pela Iberian Festival Awards, com o prémio de Excelência.
Mas, para lá da música, o Bons Sons faz-nos Viver a Aldeia e vai chegar em 2019 à sua décima edição, o que me "obriga" a dar os parabéns a toda a organização que há uns dias atrás nos deixou um Manifesto que ajuda a entender, ainda melhor, o que é esta maneira de estar na vida.

Picnic AMPAGDP - Agenda


A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria está sempre de parabéns, podíamos, todos os dias, fazer um agradecimento especial ao Tiago Pereira e à sua equipa, e se calhar, ainda não estaríamos a ser justos com o trabalho que ele faz por e para todos nós.
A próxima festa vai ser em Viana do Castelo e este filme abre o "apetite" para aquilo que vai ser:



Dá vontade de cantar "Devemos ir a Viana".

First Breath After Coma - "Nu" Pela Europa Fora


"Nu" é o terceiro álbum dos leirienses First Breath After Coma, este que é o disco de afirmação, vem acompanhado de um magnífico filme da responsabilidade dos Casota Collective.

Podem vê-lo aqui:



Já tive o prazer de os ver ao vivo um par de vezes e de, por uns momentos, "privar" com este belo grupo de amigos que me fazem sentir que estou mesmo perante uma verdadeira banda.
Eternos insatisfeitos, é com uma criatividade que não para de surpreender que eles se alimentam.
Eles ainda são "nossos", mas felizmente, vamos ter de os partilhar com o resto do mundo. Já passearam pela "Europa Mesmo", mas agora vão espalhar a sua magia por nada mais, nada menos que 8 Países europeus e tudo durante apenas um mês e meio.
Eles e a incansável Omnichord merecem!

Fiquem a saber tudo, carregando em ler mais.

Pedro Viana – Ainda Sonho Com Este Som


Disco apreciado por Miguel Estima

Foi neste inverno cinzento, que Pedro Viana gravou o primeiro disco a solo. Aquele que dá mais gosto de criar, por ser o primeiro e por ter o mais genuíno dos sons. Apesar do Pedro ter feito parte dos Mandrágora e mais recentemente pelos aCordaPele foi tempo de criar de raiz este álbum a solo e com a produção e colaboração num dos temas de Nuno Silva. 

An Eagle In Your Mind no Bar Pancho - Report


An Eagle in Your Mind - Bar Pancho
Tui 9 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima

Não vou falar aqui de uma música dos Boards of Canada, é o primeiro resultado quando colocamos o nome desta dupla francesa no motor de pesquisa do Google. Vou escrever sobre um concerto que decorreu no Bar Pancho em Randufe, um pueblo ao lado de Tui.

Laura Gibson no Radar - Report


Laura Gibson - Sala Radar
Vigo - 7 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima


Integrado no mais recente ciclo #OnTheRadar da Sala Radar e patrocinado pela Estrella Galicia, o nome de Laura Gibson seria porventura um dos concertos que se destacaria claramente. 
Primeiro por ser um concerto diferente, quando a maioria dos artistas anunciados são bandas e com uma batida mais rock, ela veio sozinha e toca algo mais na onda do indie-folk

Krake – The Clifton Bridge Landscapes


Disco apreciado por Miguel Estima

Já escrevi sobre muitos discos, confesso que não é fácil. A mim interessa-me sempre um lado mais de empatia ou não, simplicidade/complexidade e orgânica. E depois vem sempre um dilema grande, muitos dos discos que me aparecem para audição são de amigos, o que torna a coisa mais complicada, ou simples.

Agenda - Westway Lab 2019

                                            
6ª Edição do Westway LAB
O primeiro showcase festival e Conferência PRO de Portugal
10 a 13 de Abril de 2019 - Guimarães

O Westway LAB, primeiro showcase festival e Conferência PRO de Portugal, fundado em 2014 em Guimarães, tem vindo a reforçar com sucesso a sua missão: operar uma transformação cultural, social e económica por via da música, possibilitando a construção de caminhos sustentáveis para a internacionalização de artistas e profissionais nacionais da área em questão. Pelo sexto ano consecutivo, de 10 a 13 de abril, Guimarães converte-se em cidade da música, ao conjugar de forma inovadora a realização de um evento assente em 3 dimensões: Processo (residências artísticas), Pensamento (Conferências PRO) e Produto (concertos).
 

quinta-feira, 7 de março de 2019

Márcia no Sons de Vez - Report

Márcia no Sons de Vez 2019
2 de Março de 2019
Texto e Fotos de Miguel Estima

Existe sempre uma primeira vez, nos Arcos de Valdevez e no Sons de Vez. A primeira vez da Márcia foi no passado sábado 2 de Março de 2019, no quarto concerto do ciclo que há dezassete anos traz o melhor da música Portuguesa às margens do rio Vez.

Fankão O Gringo nas Quintas da (in)Certeza - Report


Quintas da (in)Certeza - Convés da Fábrica das Ideias
28 de Fevereiro de 2019


Quando preparava a festa de aniversário do blog, fui desafiado para escolher projectos que eu considerasse relevantes para tocarem com as melhores condições possíveis, no Convés da Fábrica das Ideias.
Perante tal desafio, é óbvio que a minha resposta teria de ser positiva e assim nasceram as Quintas da (in)Certeza que vão passar a tornar obrigatória a ida ao Convés, em todas as últimas quintas de cada mês.

Cosmic Mass - Vice Blooms



Acabou de sair "Vice Blooms" é o disco de estreia dos Cosmic Mass, uma bomba de energia Rock que nasceu em Aveiro, mas que promete fazê-los sair para outras paragens.
Por cá já muitos os conhecem, e sabem da sua energia em palco, mas agora chegou a vez de correrem o país a mostrar a sua música poderosa.
O single de apresentação "I've Become the Sun", já dá uma ideia do que eles fazem, mas não dispensa o desfrute das suas actuações ao vivo, pois é aí que eles se sublimam.
Fiquem com o vídeo:

Para ficarem a saber mais sobre estes rapazes e por onde vão andar a espalhar magia, carreguem em ler mais.

Venus Matina no Piano Bar - Report

Venus Matina - Piano Bar
14 de Fevereiro de 2019

Se à coisa que gosto, é descobrir novos talentos que façam música que mexa comigo, os Venus Matina são um desses casos.
Uma falta de luz por parte do bairro da beira-mar, fez adiar por 24 horas o encontro com a música deste duo, mas à segunda foi de vez e lá consegui confirmar o que já desconfiava, depois de ver os dois vídeos que eles têm n'A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria.
Sem esconderem as influências que vão buscar ao Jazz, à Bossa Nova e até à música alternativa, fazem uma música "simples" que enreda de forma quase perfeita as palavras da autoria da Eva.

quarta-feira, 6 de março de 2019

Agenda - Um ao Molhe Celebra a Mulher


No Dia da Mulher, o UM AO MOLHE só podia ser no feminino. Três mulheres assumem as rédeas da itinerância do festival, o desconcerto da solidão feita bravura, a força de um cataclismo visceral. Elas são Deus, Calcutá e Surma; divindade, país e povo em forma de mulheres.
Cabe lá tudo. No Convés também.

Eduardo Cardinho - "In Search of Light"



Disco apreciado por Miguel Estima



Ainda não tive o privilégio de assistir a uma actuação ao vivo do jovem Cardinho e falha minha, eu sei. Já tinha ficado empolgado quando o lançamento do primeiro disco “Black Hole”, de 2016 e lançado pela Carimbo (a editora da Porta Jazz). Agora a fasquia estava muito mais alta, já que este disco resulta da estadia do vibrafonista em Amesterdão.
“ In Search of Light”, que foi gravado em Julho de 2018 com a colaboração do saxofonista de renome mundial Ben Van Gelder, do virtuoso acordeonista João Barradas e de uma sólida secção rítmica com Bruno Pedroso na bateria e André Rosinha no contrabaixo, contando ainda com um quarteto de cordas em alguns dos temas que fazem parte deste disco.
Existe todo um lado magnético que proporciona o som do vibrafone, que aqui é dado o seu destaque com a devida cautela, sendo de notar um lado mais estético de uma mistura, sem que o virtuoso de um, seja o destaque de todo um colectivo. Por vezes não resulta, mas aqui Cardinho conseguiu que o frio de Amesterdão, fizesse o seu trabalho no colectivo, dando espaço a todos para um grande disco de jazz, daqueles que dá um especial prazer em ouvir, num belo sofá junto a uma lareira.

10º Aniversário d'A Certeza da Música - Report

10º Aniversário d’A Certeza da Música
2 de Fevereiro de 2019 - Fábrica das Ideias

Nestes tempos em que parece que apenas se dá valor ao imediato e que o ontem, já foi há muito tempo. Este vosso amigo tem mantido, com mais ou menos regularidade, este blog ainda vivo. Não por falta de matéria-prima, pois, felizmente a música feita por portugueses tem tido bastante quantidade e qualidade, mas porque se torna difícil manter o ânimo para “alimentar” o blog. Hoje quase tudo se resume a “likes e loles” e à “ditadura” da imagem ou da modinha mais recente, e tudo o que tenha mais de três linhas, passa a ser um enorme texto que custa muito ler.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Agenda: 10º Aniversário D'A Certeza da Música

Vai ser uma festa bonita!
Pois é, de repente 10 anos passaram num instante, agora chegou o tempo de celebrar.
Para a festa do décimo aniversário, e à semelhança de edições anteriores, decidi juntar três nomes que irão seguramente fazer com que a celebração seja memorável.
A abrir a noite, pelas 21h, antes da música, vamos inaugurar uma exposição de fotografia, da autoria do Jorge Buco (brilhante fotógrafo, músico e não só) com as imagens de João Aguardela que ele foi fazendo ao longo dos anos.
A escolha dos músicos acabou por ser bastante fácil, se não vejamos:
Os Lobo Mau, são uma banda quase desconhecida que reúne dois ex-membros dos TV Rural com a Lília Esteves, fazem música que merece ser espalhada pelo mundo e de que gosto tanto que decidi rapidamente convidá-los a vir até à Fábrica das Ideias.
Vi o Tio Rex num concerto no Mercado Negro e fiquei maravilhado com a pessoa e com a sua música, Depois de o ver, ouvir e conhecer, tornou-se obrigatório trazê-lo.
As Señoritas, foram melhor disco do ano de 2016,  para este blog, com o seu primeiro álbum e já tinha um sonho antigo de as trazer à festa, foi desta.
No final da noite ainda podem contar com um DJ Set meu, composto por muita da música feita por portugueses que me acompanhou durante estes dez anos e antes disso até.
Falta dizer que nada disto seria possível, sem a preciosa ajuda do Projecto 23 Milhas a quem nunca vou conseguir agradecer devidamente.
Ah e os bilhetes de acesso a esta maravilhosa festa custam a módica quantia de 6€ e podem ser adquiridos aqui.
Apareçam que vão gostar.

Galo Cant'às Duas - Cabo da Boa Esperança

Eles já tinham surpreendido com o E.P. de lançamento, agora juntam as palavras aos sons e abrem, da melhor maneira, as hostilidades para o ano de 2019.
Este disco é de audição Obrigatória, é bom ver que, ao contrário do país, a criatividade está bem descentralizada. Vale a pena seguir com atenção o percurso destes rapazes.
Neste caso podemos dizer que a Boa Esperança vem de Viseu, com Amor.



Flak - Os Tempos estão a Mudar - Novo Single

Em Outubro o Flak lançou "Cidade Fantástica", um disco para ir degustando e conhecendo a cada audição. Antes do ano rematar, lançou "Os tempos estão a Mudar" que é já o terceiro single do disco.
O vídeo foi filmado pelo próprio numa das suas viagens a Londres.



Estas são as palavras do próprio sobre este single: "Peguei no refrão do Bob Dylan. A canção foi feita antes dele ganhar o prémio Nobel. Nem imaginava tal coisa. De resto, é apenas uma constatação de que os tempos estão sempre a mudar, quer queiramos quer não."
Prova disso é a sua participação no renovado Festival da Canção de 2019, juntamente com outros 15 criadores.
Escusado será dizer que devemos continuar a seguir o Flak e as viagens sonoras que nos proporciona.

Agenda - Sons de Vez 2019

Festival Sons de Vez 2019 - Fevereiro e Março

Está quase a chegar mais uma edição do Sons de Vez que, como é habitual, abre a época de de Festivais em Portugal.
Este ano com um programa mais ecléctico,que mistura um pouco de "Gregos com Troianos", promete animar as noites de Arcos de Valdevez como é seu hábito.
Aqui fica todo o programa:

Dadga - Dadga


Disco ouvido e apreciado por Miguel Estima

Quando se faz música por gosto as coisas fluem tão naturalmente que, até arrepia a qualquer um dos ouvintes. Seja de que género for. Neste caso estamos a falar do tradicional, e da forma como estes quatro jovens de Vigo conseguiram pegar no legado de canções dos seus antepassados, dar um novo arranjo para o quarteto e criar uma bela mostra que temos muito a aprender com a música tradicional deixada por eles.
O quarteto que habitualmente se reúne no San Simon Fiddle, um dos maiores encontros de cordas da Península. Criaram laços de amizade e de companheirismo, são eles Claudia Abril na voz, percursão e violino, Hugo Franco na guitarra e bandolim, Maria Jorge no violino e Marina Carpente também no violino e coros.
O disco conta com cinco temas, é um EP que sabe a pouco, mostrando claramente uma vontade muito própria destes jovens músicos no cancioneiro tradicional e no amor que sentem pelo tradicional e pela música folk. 
Nota final: temos de seguir os passos de cada um deles, pois têm outros projectos de importância para a música tradicional. 

Marcos Cavaleiro no RUM com Jazz - Report

Marcos Cavaleiro Quarteto
RUM com Jazz 
Museu Nogueira da Silva - 7 de Dezembro de 2018

Texto e Fotos de Miguel Estima 

 Marcos Cavaleiro Quarteto feat. Thomas Morgan foi a última proposta para o ciclo Rum com Jazz para este ano de 2018, e quiçá a última deste ciclo temático que envolvia a Rádio Universitária do Minho e o Museu Nogueira da Silva.