sexta-feira, 15 de maio de 2009

Meia Desilusão

Em dia de feriado municipal de Aveiro, fui comemorar, deslocando-me ao Tetro Aveirense para ver o concerto de Rui Reinhinho que nos veio apresentar o seu, para mim excelente primeiro álbum, "Companhia das Índias".
Como já é tradição neste local o atraso no início do espectáculo foi de vinte minutos, havendo ainda gente a entrar depois de tocado o primeiro tema. Este tipo de atrasos só se pode solucionar mudando a hora de início para as 22 horas, ou deixando de oferecer bilhetes a quem não dá valor ao que vai ver, talvez se pagassem bilhete tivessem mais respeito por quem gosta de ver e até pelos próprios artistas.
Dei o nome a este texto de "Meia Desilusão" porque esperava um pouco mais do que aquilo a que assistimos, sem ser mau, podia ter sido bem melhor. O disco é composto por treze temas, como já disse anteriormente, o único tema que eu retirava é o "Bem Bom", por mim todos deveriam ter sido tocados. O que tivemos foi meia dúzia de boas versões de temas de outras bandas, entremeadas com oito temas do disco. Mau foi repetirem os temas "BB" e o "Morremos a Rir", o primeiro porque era o single de apresentação e o segundo porque houve um problema de som. Eu não peço muito mas ao menos poderiam ter tocado o fabuloso "Turbina e Moça".
Houve também um intervalo inexplicável no meio da actuação, que penso ter sido originado pelos tais problemas de som.
Seja como for, vale a pena ver Rui Reininho ao vivo. Caso tenham oportunidade não percam, o sentido de humor corrosivo a que o "Reizinho" nos habituou continua lá, a banda que o acompanha é muito boa e não pensem que vão ver os GNR sem os GNR a tocar, é mesmo Rui Reininho a solo.
Aqui fica o alinhamento do concerto:


2 comentários:

José Fernandes disse...

É pena que não tenha corrido muito bem esse espectáculo, mas isso é reflexo de uma população pouco culta. É Aveiro! Uma cidade engraçada, mas sem capital cultural. Pensa em vir morar para uma cidade culta, até vai ser capital da cultura. Aqui as coisas funcionam e população é culta e está habituada a cumprir os horários do inicio do espectáculo. Enfim, é GUIMARÂES. Beijos

Miguel disse...

Na minha humilde opinião o rapaz Reininho tem dois problemas. Apesar de ter sido um genial front man nunca foi uma grande voz, problema que com a idade agravou imenso afectando, e de que maneira as suas prestações ao vivo. Se não dá para a pop imagine-se para crooner.
Do segundo está melhorzito. Chama-se bad aging. Quando se enche um estádio com Sub 16 goza-se a fama instantanea. Mas a factura está ao virar da esquina e os GNR pagaram caro com a pouca atenção, do público, dada a discos bem decentes.