terça-feira, 25 de maio de 2010

Auxiliares de Memória XXX

Hoje é o dia em que se cumprem exactamente três anos desde que usufruí da que foi, provavelmente, a melhor prenda de natal que recebi até hoje (obrigado Star!).
Foi ela, o bilhete para a primeira vinda a Portugal, ao Pavilhão Atlântico, do grande Dave Mathews e a sua Band.
A primeira parte foi por conta de Tom Morello guitarrista dos Rage Against the Machine que aqui se apresentou com o seu projecto a solo The NightWatchman e as suas canções de intervenção, mas não ficou muito para a história.
O que ficou para a história foi um concerto inesquecível da Dave Mathews que gostou tanto do concerto que deu, que até o editou em cd na que seria a "DMB Live Trax Vol 10".
Não é qualquer concerto que faz parte das edições Live Trax, só são editados aqueles que a banda genuinamente gostou.
Daquela noite ficou uma frase em que Dave disse algo do género: "de certeza que não vou demorar tanto tempo a voltar cá, como o que demorei até estar aqui pela primeira vez!".
Frase que se provou verdadeira, pois passado dois anos a banda voltou e deu outro excelente concerto na edição do Optimus Alive de 2009, desse infelizmente, só vi os cinco primeiros temas na Sic Radical.
Agora gravado na memória para sempre fica o concerto do Atlântico, para lembrar esse dia deixo o video daquele que foi um dos momentos mais arrepiantes de todo o concerto.
Na primeira canção do primeiro encore, depois de já quase duas horas de concerto, o Dave chega sozinho e canta "Gravedigger" acompanhado pela sua guitarra acústica e pelos cerca de 15 mil que encheram o recinto.

1 comentário:

Jorge disse...

O tempo voa!!!

Agora que reflicto um pouco mais lembro-me...que dia!!!

Saí do Porto às 6.30, fui a Vila Flor à apresentação da nova garrafa da Frize, acabou tardíssimo e foi sempre a rasgar pela A23!!! Cheguei mesmo em cima da hora...

Um dos melhores concertos que assisti.

25 de Maio, bem esgalhado ó barril